Já participei de mais de dez cursos livres em temas como Arte e Cultura, Fotografia, Gestão e Planejamento Estratégico. Entre os lugares que estudei estão o MASP (SP), Instituto Tomie Ohtake (SP), Espaço f/508 de Cultura (DF), Espaço Nave (DF), International Center of Photography (NY, EUA), Senac EaD, Coursera, entre outros. Também destaco duas pesquisas super legais que fiz durante o Bacharelado em Sociologia, na UnB: 
1. Uma Iniciação Científica sobre a trajetória da artista visual Rosana Paulino, que recebeu menção honrosa do ProIC UnB. 
2.  Minha monografia de conclusão de curso. A partir de uma pesquisa quase que totalmente digital (em parte pela pandemia e em parte por querer descobrir o quão longe conseguiria chegar dessa maneira), investiguei as relações entre as artes visuais e os feminismos na São Paulo das décadas de 60, 70 e 80. Como resultado, recuperei a trajetória da artista e crítica cultural Anésia Pacheco e Chaves, figura central pros feminismos nas artes nas décadas de 60, 70 e 80, mas apagada pela História da Arte do país. 
Foi, basicamente, um enorme stalk na história do Brasil a partir da análise de mais de 30 anos de história em jornais digitalizados e disponíveis na internet, como a Folha de S. Paulo e o Mulherio, e os catálogos do MAC USP.

A seguir, selecionei alguns projetos que me envolvi e que você deveria saber mais sobre! Se quiser meu CV completo, meu contato tá aqui.
HACKATHON ABRE-TE Código
Abre-te Código é um programa criado pelo Goethe Institut Brasil que reúne instituições culturais - galerias, bibliotecas, arquivos e museus - a mentes criativas e entusiastas da tecnologia, para realizar colaborações e inovações a partir de dados culturais abertos. 
Integrei o time 9, Amplia, que foi classificado para a segunda fase do Hackathon. Investimos em uma questão central: como criar experiências imersivas a partir de fotografias, tendo a acessibilidade para pessoas com deficiências visuais como foco? Para o protótipo, exploramos o dataset de fotografias do Marc Ferrez disponibilizado pelo Instituto Moreira Salles e transformamos seções da imagem em sons. 

Colaborei com o time na concepçãopesquisa e identidade visual do projeto.
Circuito
Gestão, planejamento e criação do projeto.  Circuito é um arquivo vivo que reúne relatos, ensaios, indicações e experimentos de uma diversidade de criativas/os. 
Em desenvolvimento.
CCBB Educativo - Arte e Educação
Como integrante do quadro de arte-educadoras/es do Programa CCBB Educativo, de julho de 2018 a janeiro de 2019, colaborei com uma série de iniciativas que tinham como objetivo estimular experiências de criação e reflexão, em diálogo com obras e exposições presentes no centro cultural. 
+ em https://www.ccbbeducativo.com
Artikin
Fiz parte do time brasiliense do coletivo digital Artikin - ecossistema de conteúdo especializado em arte, comunicação e curadoria cultural.
Contribui, de 2018 a 2019, no mapeamento de exposições e espaços culturais em Brasília e pra operação da plataforma, além de produzir conteúdo sobre arte pra plataforma Medium.
Essa foi uma avaliação que fizeram do meu trabalho depois de um freela em pesquisa pra Box1824, no final de 2019. Acho que ela diz muito sobre mim:
"Marcela é uma profissional fora da curva. Tem um senso crítico extremamente apurado, é muito responsável, dedicada e competente. Entre suas habilidades eu destacaria: excelente redação/comunicação escrita, capacidade de análise apurada, senso estético refinado, autonomia e proatividade. Espero que possamos voltar a trabalhar juntas num futuro próximo!" 
Beatriz Chaves (avaliação no LinkedIN)
Back to Top